Algumas considerações iniciais

Tentarei manter uma regularidade nas postagens, mas não combinarei prazos. Por ser uma das válvulas de escapes utilizadas por mim, deixarei que este blog seja alimentado de acordo com a inspiração, e não com o calendário.

Gosto dos comentários. Não são, para mim, apenas um sinal de popularidade, como a maioria dos blogs que vejo. Eles têm um significado maior, que é o de saber como as pessoas que aqui estão pensam sobre os assuntos que comento. Portanto, fique à vontade para escrever. Na medida do possível, responderei a cada um deles.

terça-feira, 22 de outubro de 2013

MIRABOLANTE



Fantasie-se para mim
Criando um plano mirabolante
Que te quero, que me quer,
A toda hora, a todo instante,
Sim e não, é e não é
Crie o clima, inquietante.

Mira sim, mirabolante,
Que da mira saiu tudo
Que da mira mudo o rumo
Que da mira fui sortudo
Que mirando, fui mirado,
E assim estando, desajeitado
Posto tudo, complicado

Enfim, não é o fim
Então largue de não
Se sim, pra que assim?
Sendo certo, sendo torto
Sendo o tempo, tempo outro
Tempo certo, tempo louco. 


3 comentários:

Anônimo disse...

Espetácular está poesia.

Vitão disse...

Olá! Muito obrigado pela visita e pelo elogio! Volte sempre, gosto muito dos comentários e que as pessoas vejam as coisas que publico.

Anônimo disse...

"A maior covardia de um homem é despertar o amor de uma mulher sem ter a intenção de ama-lá"