Algumas considerações iniciais

Tentarei manter uma regularidade nas postagens, mas não combinarei prazos. Por ser uma das válvulas de escapes utilizadas por mim, deixarei que este blog seja alimentado de acordo com a inspiração, e não com o calendário.

Gosto dos comentários. Não são, para mim, apenas um sinal de popularidade, como a maioria dos blogs que vejo. Eles têm um significado maior, que é o de saber como as pessoas que aqui estão pensam sobre os assuntos que comento. Portanto, fique à vontade para escrever. Na medida do possível, responderei a cada um deles.

domingo, 13 de outubro de 2013

IDAS




Tempo curto, parco tempo
tempo duro, tempo ingrato
agora já é ontem,
amanhã pode não ser.
Passou por aqui, passou,
foi-se embora sem adeus
foi assim próximo aos seus.

Fica o sorriso, fica a amizade,
Fica a saudade, não fica você.
Fico pensando,
penso se fico,
se corro, desacelero,
se amo, se entretenho,
se busco, se desapego.
E por enquanto fico, apenas fico,
até que passe tempo de ficar. 


6 comentários:

nazareth disse...

Gosto dos seus poemas. Também sou poeta e acho que vc escreve muito bem.
Sou mãe da Letícia Tunholi

Vitão disse...

Olá Nazareth,

Obrigado pela visita, pelo comentário e pelo elogio, pois é um elogio e tanto ser chamado de poeta por você... não me considero poeta não, apenas escrevo algumas coisas de vez em quando...

Beijos!

Mulher na Polícia disse...

Ele é poeta sim, Nazareth...

: )

E aí? Essa greve sai ou não sai?

Vitão disse...

Sou nada, Novinha...

Greve? Faço greve mais não, pelo menos enquanto tiver os mesmos no comando do sindicato...

Esse poema aí foi em homenagem ao colega que tombou nesse fim de semana, triste demais para todos nós aqui..

M.enal.i disse...

Inesperadamente, tão cedo. Triste o ocorrido.

Vitão disse...

É M.enal.i, muito triste mesmo, para todos nós. Enfim, vamos seguindo, na certeza de que a gente aqui não vale nada, que o que fica mesmo é o que você foi, o carinho que as pessoas sentem por você. A morte traz muitas reflexões, sobretudo de como a gente se comporta nessa breve passagem chamada vida.