Algumas considerações iniciais

Tentarei manter uma regularidade nas postagens, mas não combinarei prazos. Por ser uma das válvulas de escapes utilizadas por mim, deixarei que este blog seja alimentado de acordo com a inspiração, e não com o calendário.

Gosto dos comentários. Não são, para mim, apenas um sinal de popularidade, como a maioria dos blogs que vejo. Eles têm um significado maior, que é o de saber como as pessoas que aqui estão pensam sobre os assuntos que comento. Portanto, fique à vontade para escrever. Na medida do possível, responderei a cada um deles.

domingo, 3 de março de 2013

RAÍZES




Exercício importante é olhar para o passado para observar de onde viemos.  Ver que ter passado por muitas coisas, por muitas dificuldades, não deve ser motivo de vergonha, de tristeza. Pelo contrário, deve ser motivo de orgulho, orgulho em saber que ainda que o caminho tenha sido tortuoso, conseguimos chegar a algum lugar, conseguimos sobreviver com dignidade, sem fazer o mal para os outros, conseguimos alcançar um ponto que muitos duvidavam que chegaríamos um dia.

Lembrar um pouco dessas dificuldades também ajuda em outros dois pontos: faz com que reclamemos menos diante de algum problema e nos dá energia e motivação para lutar com mais afinco, para nem chegarmos perto do que já foi vivido. Ajuda muito em momentos de revolta, naquelas horas em que achamos que a coisa vai muito mal.

Dinheiro nenhum paga o olhar de satisfação daqueles que investiram em você, que abriram mão da própria vida para investir em outra. Ver a emoção, ver o orgulho de citar como exemplo uma pessoa que foi uma aposta de vida, é muito gratificante. Edifica saber que o sentimento é de trabalho cumprido, de que valeu a pena o sacrifício, valeu a pena acreditar.

Dê valor ao seu passado. Dê ainda mais valor às pessoas que batalharam nele para que você chegasse ao ponto que está hoje. Pense que essas pessoas poderiam apenas ter negligenciado sua presença, poderiam ter optado por viverem exclusivamente as próprias vidas. Mas não, abriram mão de muitas coisas para garantir seu desenvolvimento como ser humano, como um cidadão que busca sempre o caminho da dignidade, da honestidade. Elas são a base que sustenta o seu ser. E uma pessoa sem uma base sólida nada mais é que uma construção tendente a ruir a qualquer instante. 

É isso. 

5 comentários:

Mulher na Polícia disse...

Ficou ótimo, Vitão. Parabéns. Bem mais elaborado, como sempre, né?

Bom saber que temos algumas afinidades!
hehe

Beijo!

Anônimo disse...

Me senti dentro deste texto!!
O que sou hoje agradeço a minha mãe, meu pai, e a você...
obrigado por persistir e insistir comigo...
Te amo...

Ana Paula disse...

O passado realmente faz parte da nossa construção. Olhá-lo com carinho ou mesmo em meio a erros, perdoá-lo e seguir.
Gostei muito da sua postagem! Abraços

http://ladodeforadocoracao.blogspot.com

Vitão disse...

Oi Novinha... brigado, volte sempre! Bom saber que temos afinidades, né?

Beijos!

Vitão disse...

Olá Ana Paula,

Brigadão pela visita novamente, você é muito bem vinda por aqui, tá?

Apareça sempre, abraços...