Algumas considerações iniciais

Tentarei manter uma regularidade nas postagens, mas não combinarei prazos. Por ser uma das válvulas de escapes utilizadas por mim, deixarei que este blog seja alimentado de acordo com a inspiração, e não com o calendário.

Gosto dos comentários. Não são, para mim, apenas um sinal de popularidade, como a maioria dos blogs que vejo. Eles têm um significado maior, que é o de saber como as pessoas que aqui estão pensam sobre os assuntos que comento. Portanto, fique à vontade para escrever. Na medida do possível, responderei a cada um deles.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

AS LOUCURAS DE CADA UM: INDIGNAÇÃO



Não quero enlouquecer. O mundo passa por períodos difíceis, coisas inimagináveis acontecem, pessoas nos decepcionam a cada dia mais. E não foi sempre assim? Qual terá sido a sensação de quem viveu no passado e se viu em meio a guerras, doenças mortais, ascensão de figuras ditatoriais ao poder? Será que essas pessoas também pensavam que ali seria o fim do mundo? Que a modernidade não trouxe tantos benefícios assim para eles? Bem provável que a frase “antigamente era melhor” também era dita com certa frequencia.

Não posso concordar. Nada me obriga a aceitar que a corrupção é inerente aos brasileiros. Não acredito na conversa dessa turma que comanda há tempos e que não consegue provocar grandes mudanças sociais. Não entendo como a impunidade é a capa protetora da classe política deste país.  É inadmissível ver que a aplicação do Direito não é feita de forma igualitária.

Não vou deixar de fazer minha parte. Não vou me orgulhar de ser honesto, isso não é virtude, é obrigação. Não vou adotar o jeitinho brasileiro para me dar bem. Mas também não vou me calar quando vir que outras pessoas alcançam êxitos desta maneira. Quero falar o que penso e também quero que as providências sejam tomadas. Não quero votação secreta para livrar político corrupto de punição, não quero ver a polícia sendo acusada de usar algemas quando o foco das atenções deveria ser a corrupção das pessoas detidas.

Não devo deixar as coisas como estão apenas por comodidade. Posso me esforçar, fazer bem meu trabalho, melhorar um pequeno ponto e ter a esperança que outros tantos se juntarão ao meu, formando um sistema melhor, mais justo. Não vou colocar a culpa apenas no deputado palhaço, quando na verdade nós é que estamos no centro do picadeiro, com nariz vermelho, vendo toda a corja se movimento sempre em benefício próprio. Não dei meu voto para que excelentíssimo senhor fique fazendo homenagens e dando medalhas em vez de subir à tribuna para falar algo que preste, para propor ideias que realmente farão a diferença.

Não me rotule como chato. Não pense que a omissão muda alguma coisa. Está satisfeito com o rumo das coisas? Tome partido, cobre, fiscalize, denuncie. Deixe de ver um pouquinho da novela ou do futebol para acessar a página do seu vereador, do seu deputado, veja o que ele anda aprontando. Deixe de copiar uma citação que você nem sabe de quem é na sua rede social para demonstrar sua indignação com alguma coisa. Seja criativo, você pode sim ajudar nas mudanças. Se não sabe a resposta, pergunte, questione, mas, por favor, caro amigo, não se cale, não se omita. Faça sempre a sua pequena revolução.

Não quero. E não posso. E não vou. E não devo. E não. Não!

É isso. 

7 comentários:

M.enal.i disse...

Nossa, que indignação!
Fazia tempo que não lia algo tão utópico e ao mesmo tempo tão real!
Bom texto!
É isso aí, diga Não ao jeitinho brasileiro, que nada mais é que a própria corrupção em nossas entranhas!
Bjo

Vitão disse...

Oi Menali,

Obrigado pelo comentário. Realmente é um pouco utópico, mas não podemos deixar de sonhar e de atuar para tentar mudar alguma coisa que seja.

Beijos.

Mulher na Polícia disse...

Tem que mudar sim...
Já!

Mas entendo o que jornalista Alane tá dizendo... É triste o estado em que a coisa chegou no Brasil.

A culpa é nossa também, claro, por elegê-los e por não cobrar mudanças.

É fogo!

E aí? Sarou?

Vitão disse...

Oi Novinha,

Muita coisa errada, sem perspectivas de mudanças... mas enfim, continuo aqui fazendo o pouco que posso para tentar melhorar...

Melhorei sim, fisioterapia até dizer chega agora...

Beijos

Doutor Lázaro disse...

OI ARTORIUS!!

PUBLIQUEI NO MEU BLOG E NOS SITES ESPECIALIZADOS A MINHA TEORIA INÉDITA. DÁ UMA OLHADA ESPERO QUE GOSTE. SE PUDER DIVULGAR FICAREI FELIZ! ABRAÇOS

Lili & Paty disse...

oi Vitão, quantos nãos que escondem outros sim. Ainda se recuperando? Tudibom.

Mulher na Polícia disse...

O caminho certo é estreito. Largo é o caminho que leva à perdição e por ele vai a multidão.

Keep blogging!

Beijo!